Pesquisar este blog

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Vida!

Ser dono de casa não é fácil! Lavar roupa, limpar a casa, comprar comidinha gostosa, pagar contas, ir pro trabalho. Nossa!
Saudades dos tempos do colinho da mamãe, de pedir pro pai comprar caderno novo pra escola e de ajudar a mãe com pequeninas tarefas caseiras, como por exemplo, tirar o pó da estante.
Agora tudo está diferente, o tempo de criança passou e ele precisa crescer (ou será que ele já cresceu?). É a primeira vez que ele vive sozinho, pois da vez passada não conta porque tinha a aspirante a encosto vivendo junto. A única vantagem da vez passada era a de que eles tinham praticamente uma empregada em casa e não precisavam pagar salário, uma vez que, eles pagavam todas as contas pro quase encosto viver de barriga pro ar. Mas chega de falar disso.
Na vida nova ele agora aprende novamente a viver no mundo adulto, tentando ser responsável, mas ele não quer perder toda sua infantilidade que o ajuda a sobreviver no mundo cão, por todos esses anos. Ele não quer perder seu espírito de criança, vai achar um meio-termo, e conseguir equilibrar essas duas almas que o habitam: a criança e o adulto.
Hora de brincar sério de casinha. Hora de mostrar ao mundo que você cresceu! Ou tentar mostrar ao mundo que não precisa levar a vida tão a sério, que existem momentos de pura diversão, sem pensar no dia seguinte.