Pesquisar este blog

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Kylie + Garibay... again!

Depois de sumir, cá estou!


Kylie + Garibay, juntos lançaram (mais) um EP em 11 de setembro. Ambos dispensam apresentações. 
Fiquei bastante ansioso pelo novo material, pois no ano anterior eu já havia gostado das quatro canções que eles haviam lançado (aliás, três, pois uma delas é do Garibay e a Kylie participa). Rolou até um curta com as músicas. 


Quando vi o tracklist, deu um pouco de medo ao ver o nome do Shaggy ali. (Não lembra dele? Dá o play). 

Mesmo assim, fui ouvir o EP. 

Black and White (feat. Shaggy)
Primeira música do disco e... amor imediato. A batida e os vocais logo na introdução, uma coisa meio amigos curtindo a vida. E o refrão vem explodindo tudo. Daí quando você achava que nada mais poderia vir da música, o trecho final (com os vocais do Shaggy) nos levam direto pra rave. 


Se o ritmo me fizesse narrar uma história, começaria com os amigos se arrumando, fazendo aquele esquenta em casa, depois os mostraria pelo caminho e quando chegassem ao destino (o trecho final), todos numa big festa, curtindo e dançando e rindo e fim. Minha favorita do EP com certeza.
If I can't have you (feat. Sam Sparro)
Confesso que eu nunca tinha ouvido falar em Sam Sparro. 

A intro me lembrou bem de leve uma música do Aoki
O refrão dessa música, estou falando da batida, é praticamente feito para balada gay. Super no estilo, já vejo pessoas batendo um cabelo. 


Uma faixa bem sexy, estilo Kylie. Eu acho, apenas acho, que ela deveria fazer um disco bem eletrônico, mais do que ela já vinha fazendo (apesar de que ela sempre foi mais voltada para a linha Disco).
Your body (feat. Giorgio Moroder)
Segundo "single" do EP. Começa como uma fala em italiano (é isso mesmo, produção?). Gostei da participação de Minogue no disco de Moroder. Agora "Your body" ainda me deixa dividido, não sei se eu gostei ou odiei. 
Espera, odiar jamais. Essa faixa, para mim, tem muito a cara da Lady Gaga, acho isso um problema (talvez). Gosto dos vocais, gosto do refrão que fica martelando na sua cabeça, mmmm...


Ah, o clipe, lindo como uma boa Minogue sabe fazer, apesar de ter bem cara daqueles vídeos backdrop usados em turnês, mas está lindo. 
Em resumo, é um EP que me deixou com vontade de mais, de um disco cheio de música assim. Digo e repito: Kylie, se jogue na música eletrônica por uma temporada, você vai amar e eu também.
image: en.wikipedia.org