Pesquisar este blog

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Quase atropelado

E lá estava ele, parado, esperando para atravessar. Como de costume, olhou para os dois lados. Um carro vinha da sua esquerda, e da direita não vinha ninguém. "Vou atravessar". Quando colocou o pé no asfalto, pufft, sentiu aquele vento de um raio laranja. Olhou e ficou abismado, um taxista fez a conversão totalmente na contramão, até a motorista que estava no carro esperando para arrancar ficou abismada. O táxi passou entre a ele e o carro. Para entenderem melhor, ele deu uma de Picasso e fez um desenho para ilustrar a história. Ufa, que susto, ainda bem que o táxi só fez um ventinho e bagunçou a franja dele. Por pouco, muito pouco ele teria virado pastel.