Pesquisar este blog

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

E eu fui....

Eis que eu estava lá em SP, chegada a hora do almoço, e eu já nem acreditava que eu estava indo lá, para vê-la.
Dado 14h no relógio e sem mais nada pra fazer, resolvemos ir pra fila. E andamos, andamos, andamos e de repente avistamos altivo o Estádio do Morumbi. E eu ainda sem acreditar que tudo aquilo estava acontecendo.
A fila estava enorme, e andamos e andamos até chegar no final dela. E por incrível que pareça, as horas passaram muito depressa, quando eu vi, minha fila já estava andando e eu já estava dentro do estádio. Não foi sofrido ficar na fila como eu achei que seria.
Meu Deus, e quando chegamos para ficar na fila, estavam testando o som, e pude ouvir "Candy Shop" e em seguida "Beat goes on", já quase tive uma parada cardíaca ali mesmo, na fila.
Enfim, dentro do estádio, sentadinho, o negócio foi esperar dar 20h. E em ponto, começa o DJ Paul Oakenfold (espero ter escrito certo), ficou quase 1 hora tocando e ninguém se animando. Saiu sob vaias.
Então finalmente começaram a dar os últimos ajustes no palco, e meu senhor amado, quando as luzes do estádio apagaram, tudo veio abaixo. Eu já não ouvia mais nada, eu só gritava, só pulava, aliás, o estádio inteiro.
E quando o telão de Madonna acende, fazendo a fábrica de doces funcionar, e vemos aqueles telões se fatiando, e se movendo como se tivessem vida. E então, um deles gira e lá está ela, sentada em seu trono. Essa hora minha voz já tinha abandonado meu corpo, eu já não conseguia mais gritar, nem sei se aquela voz que saía de mim, me pertencia.
Eu gritei, cantei, dancei em todas as canções. Madonna perguntava coisas e eu respondia com toda a força que eu tinha, como se ela fosse capaz de ouvir pela distância que eu estava dela.
Foi um show perfeito, não porque sou fã, mas acho que até quem não é fã ficaria boquiaberto com a produção e a perfeição, tudo bem cronometrado, não parava de tocar música um segundinho sequer.
Em "Miles Away" eu não agüentei, e quando chegou no refrão da canção eu chorei! Chorei por lembrar de todos aqueles que eu amo e não estavam ali por perto, estavam miles away de mim.
E então, quando eu estava no ápice do meu momento, o show já tinha acabado, foram as duas horas mais curtas que eu já vi na minha vida. Passou tudo muito depressa e agora num piscar de olhos, já estou de volta à minha cidade.
Quero mais, quero de novo. Eu iria seguidas vezes, entraria em estado de falência, mas eu iria repetidas vezes, perderia minha voz e ficaria com dores na garganta mais vezes. Valeu a pena!

Amigos todos que estavam na torcida e expectativa, dancei e cantei por todos vocês, como pediram.

"I'LL BE YOUR ONE STOP, CANDY SHOP!!!"
STICKY & SWEET TOUR 2008... eu fuuuuuuuuui