Pesquisar este blog

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

O Foundue (final?)

Muito bem, cartas na mão, Lourdes começa a explicar as regras. Mas claro, Soviético se joga com bebida alcoólica. Vale lembrar que a essa altura, todos estavam bem alimentados de foundue e bem regados à sua maneira, uns com cerveja, outros com batida de vinho e outros com vodka e sprite. Para jogar, teria que ser com a vodka e sprite e gelo, claro. Regras do jogo, coloca o monte do baralho na mesa, cada jogador tira uma carta e dependendo da carta que tirar, tem que fazer o que ela representa, então lá vai.
Deve-se tomar um gole do drink quando sair as cartas:
A - Um bebe
2- Dois bebem
3- Três bebem
4- Quatro bebem
5- Cinco bebem
(lembrando que quem tira a carta, escolhe quem bebe, e pode ordenar que a mesma pessoa beba mais de uma vez, porém, no máximo dois goles por carta)
6- Banheiro (guarde, você vai precisar)
7- Regra (pode pedir qualquer coisa, todos devem fazer, inclusive você)
8- Cancela regra (somente ao sair essa carta, cancela as regras que tiverem sendo executadas)
9- Ninguém bebe
10- Dedo na mesa (pegue essa carta e guarde, quando todos estiverem distraídos, jogue-a na mesa discretamente e coloque seu dedo sobre a mesa, ou a mão, whatever, e o último a colocar o dedo tem que beber como castigo)
J - Homens bebem
Q - Mulheres bebem
K - Todos bebem

Pois bem, todos sentam no chão mesmo, bebida e cartas na "mesa (chão)" e o jogo começa. Ele tira um A, na dúvida, ele mesmo bebe, foi bonzinho. Logo na vez dele, novamente, ele tira um 7. E qual foi a regra: todos tinham que ficar "dançandinho". Então precisava ver a cena, todos sentandos no chão, se mexendo, pra lá e pra cá, no ritmo da música, em seguida, Juli tira outra regra, tinham que falar cantando. Nossa, e quando esqueciam de falar cantando ou paravam de dançar, tinham que beber. E adivinhe se ele não esqueceu de falar cantando?! Finalmente, alguém tira um 8. Ufa, chega de dançar e cantar. Ele também teve que beber, quando alguém tirou um 10, quando viu ele era o único sem o dedo na mesa. Claro, que isso foi fato recorrente, todos estavam moles já, muitas cartas 10. Logo, para beber já era cerveja. Meu Deus, onde vamos parar?!
A certa altura, Lourdes pediu para ficar de óculos escuros, Juli não parava de falar (quando ela fica alterada fala que é como se fosse uma locutora de rádio), Rê tirava fotos sem parar de todos, ele estava olhando ao redor e querendo mais vinho. Sua irmã e cunhado pareciam bem. Pareciam.
Em algum momento a regra foi falar como caipira, e de novo saiu um 7, tinham que falar piscando os olhos em cada final de palavra. Nossas, duas regras juntas a gente fica doido. Juli, que estava pra lá de Marrakesh (não sei escrever isso), falava alto, eles ergueram o volume do som (tocava uma canção que eles adoravam), alguns minutos depois a campanhia toca. O cunhado foi atender. Era da portaria pedindo para "maneirar".
Mas maneirar o que? Nem estavam fazendo tanto barulho assim hehehehehe. Ele ficou irritado, pois sempre tem gente fazendo bagunça pior que a deles, por que eles não podem?
Depois dessa, cada um virado num canto, começaram a se levantar. Ainda tivemos tempo de momento tradução com Juli cantando ABC do Jackson 5 em português, acompanhando a versão original super no ritmo. Nem Don't stop the music conseguia mantê-lo em pé. Foram duas rodadas de Soviético (joga-se até acabar o baralho, e que baralho looooooooooooongo), na segunda o cunhado fez o drink e deixou que era pura vodka. Eita, muitas cervejas, vodkas e cartas depois, o pessoal se arruma e vai embora. Ficou para trás toneladas (exagero) de frutas, uma panela de foundue queimada no fundo (chocolate queimado é difícil de sair da panela hein).
Eles só cobrem tudo com uma toalha e vão se deitar. O sono veio que veio seqüestrando, nem dava tempo direito de pensar.
No dia seguinte, os irmãos ainda foram tomar Kaiser (eca) no parque Barigüi à tarde e à noite a irmã e o cunhado foram ao churrasco, com as mesmas Lourdes, Rê e Juli. E ele.. bem ele teve outro compromisso.