Pesquisar este blog

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Des[ilusão]

"Tenho em mim seu doce olhar
Sem jamais mudar
Sua imagem faz pensar
Como foi que eu fiz tudo e deu em nada?
Eu sei, nasci sozinho
Me achei com seu carinho
Você me deu mais do meu caminhar
E tirou meus pés do chão
Não sei quem vai vencer: a carência ou o sofrer?


Vou seguir sem invadir, sem olhar pra trás
Caminhar sem esperar
Querer bem e dar tudo sem ter nada
Você foi a razão da mais forte emoção


Vou ver, viver, um dia aprender
Que quando a gente se entrega pra alguém que não quer só amar
Se trai e o encanto se quebra
Bem melhor ficar sozinho
Não chorar mais por você


Foi você que me ensinou
A sofrer de amor"