Pesquisar este blog

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Madame Chá: Um breve início

Vive em uma modesta casa ao final da rua em um bairro tradicional, quase no centro da cidade. Os vizinhos nem notaram quando se mudou, foi tudo muito discreto. Quando perceberam ela já estava lá naquela casa, anteriormente habitada por um casal de meia idade e seu único filho adolescente. Agora é o lar de uma jovem de expressão tímida e intrigante. O seu olhar trazendo um quê de mistério.
Aquela família foi embora de repente e por alguns meses a casa ficou vazia. Muitos boatos cercavam o seu sumiço, mas nenhum sequer chegava perto da verdade. O que mais interessava no momento era saber sobre a nova moradora.
Ela dificilmente conversava com os vizinhos, muitos acreditavam que fosse apenas timidez, outros que fosse arrogância, e quando dirigia sua palavra a alguém, era monossilábica. Saía cedo e retornava por volta das quatro da tarde. Os vizinhos especulavam o seu destino. Em uma dessas manhãs, enquanto esperava o seu ônibus, um vizinho a cumprimenta:
- Bom dia!
Ela responde com um aceno.
- Você é nova por aqui, não é mesmo?
Então ela balança a cabeça consentindo. 
- Está gostando de morar aqui?
Ouve-se um tímido “aham”.
- Uhmm... legal... qual o seu nome? O meu é Fred.
De súbito ela fixou os seus olhos nos dele, ficou alguns segundos assim e em seguida virou-se e apressadamente correu para alcançar um Táxi e partiu. Ele ficou ali parado sem entender.