Pesquisar este blog

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Queria um mundo só meu

De repente ele se pega chorando. Está cansado, está abalado, está incrédulo com tudo o que aconteceu. Quando é que ele vai acordar? Pois tudo parece um sonho, brincadeirinha de criança e logo vai terminar. Não, é tudo verdade, agora tudo será diferente e ele jamais será o mesmo. 
Seria difícil reconhecê-lo no meio da multidão?! Ele agora é tão diferente dos demais e gostaria tanto que existisse um planeta só para ele e para todos aqueles que agora são diferentes também. Assim ele poderia se sentir igual. 
Em que momento ele decidiu estragar tudo?