Pesquisar este blog

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Novos dias virão?

Pronto. O pior já passou. Será? Ainda lembro das luzes, enfileiradas, passando por meus olhos. Na verdade, era eu quem passava por elas.
Acabou? Pode estar longe do fim. O que eu comecei pode nunca acabar. Tanta dor que eu causei a mim mesmo, tanto tormento. Lágrimas minhas e lágrimas que arranquei de outras faces. Eu causei tudo isso. Mesmo assim mereço toda essa atenção e todo esse cuidado?
Sinto tanto amor e ao mesmo tempo não me sinto merecedor, pois eu fiz isso. Foi tudo minha culpa. E por mais que as palavras teimem em sair, eu sei que "me desculpe" não serve. As feridas saram, mas a dor permanece. Podemos consertar o que se quebrou, mas ainda podemos enxergar as rachaduras. Irreversível.
E as luzes, elas continuam a passar e passar. Na realidade, era eu quem passava por elas.