Pesquisar este blog

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Food, inc.

Fim do mês

Terminando o mês em alta: 9,4

Agora é só esperar pelas outras!

domingo, 25 de abril de 2010

Diálogos IV

... e durante a prova...

Professor: Pessoal, eu trouxe banana, se alguém quiser uma banana.

E ele riu..
fazendo o professor rir também.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Mais um dia de chuva!

23 de Abril de 2010.

Chove muito lá fora e eu devo me dirigir ao trabalho. Então eu decido pegar um ônicofcof para agilizar o processo. Decidi pegar o temível falcão prateado, e me deparo com uma lata de sardinhas onde sou obrigado a encochar e a ser encochado, não existe opção. Só falta uma placa com os dizeres "É o que tem!".
Planejei fazer outro caminho para chegar mais rápido e descer mais perto do trabalho, mas a chuva, as janelas fechadas e os vidros embaçados atrapalharam a minha visão e eu desci no lugar errado. Conclusão: cheguei com mais 30 minutos de atraso e mais molhando que um peixe de aquário.
O trânsito paralisa quando chove, as pessoas ficam [mais] burras quando chove e também mais fedidas. Ficam mais apressadas e mais idiotas, porque são imbecis o bastante para atravancar a porta do bus e ficar tomando chuva, ao invés de esperar que todos descam para poder subir!

Quem fala que o sistema de transporte coletivo é exemplar, é porque nunca andou nele!

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Fresh air...

"Never forget who you are... little star
Never forget how to dream
You are a present to me
Made of flesh and bones
You breathe new life into my broken heart"

terça-feira, 20 de abril de 2010

Dilemas

Só porque você chegou, não quer dizer que eu tenha que varrer para debaixo do tapete tudo o que se passou. Preciso ser justo comigo mesmo, mas temo que com isso, eu acabe sendo injusto com os outros.

O que fazer? Cuidar de mim ou continuar sendo altruísta?

sábado, 17 de abril de 2010

Igreja liga pedofilia com o homossexualismo

"ROMA -- O Vaticano criou polêmica ontem com a declaração de seu número dois, no Chile, de que a pedofilia não tem ligação com o celibato e sim com o homossexualismo." (Folha de S. Paulo)

BRAVO! O PRÓXIMO PASSO SERÁ ACUSAR AS MULHERES PELO AQUECIMENTO GLOBAL E QUEIMÁ-LAS NA FOGUEIRA.

Vamos cuidar com o que falamos, ligar a pedofilia à homossexualidade seria o mesmo que dizer que todo gay é pedófilo. "Péra" lá! A questão é a patologia e não a orientação sexual.

"A cada dia a Igreja Católica perde mais fiéis justamente por isso, por ser uma das maiores inibidoras do processo evolutivo da humanidade. Sempre proliferando informações falsas e irreais a respeito da realidade. Mesmo porque, para quem estuda a sexualidade humana e suas psicopatologias sabe que as estatísticas de pedofilia são extremamente maiores entre heterossexuais do que entre homossexuais. O abuso infantil acontece muito mais dentro de casa, dentro do seio familiar (pai, tio, etc) do que fora. Nós somos contra a pedofilia em qualquer circunstância, agora associar a pedofilia a homossexualidade, isso é absurdo!" (Fabrício Viana em http://www.homossexualidade.net/homofobia-homophobia/homossexuais-sao-todos-pedofilos-igrejacatolica/)

Como minha mãe costuma dizer: "Morro e não vejo tudo"!
Igreja, it's time to wake up, a Idade Média já se foi, digam adeus e virem-se para o futuro. É hora de seguir em frente e não de estagnar no passado.

Quer ler a matéria da Folha na íntegra?
Acesse: http://www.agora.uol.com.br/mundo/ult10109u719918.shtml

Livros e Leitura

Só porque o livro vende bem não quer dizer que ele seja ruim.
Por que a leitura precisa ser difícil para que seja boa?
Eu discordo de que somente os livros do tempo da tataravó são bons, existem livros atuais muito bons também. Não quero desvalorizar os livros que caem no Vestibular, afinal, eles têm um valor histórico tremendo, uma linguagem mais formal ou mais rica (que nos força a constantes buscas em um dicionário). Então por que degredar os livros da atualidade?
A Literatura Clássica (vamos colocar todas as grandes obras em um pacote só), mesmo que com algumas histórias fantasiosas, retratava a época em que foi escrita, permitindo-nos saber o que se acontecia na época do Brasil Colônia ou em outros tempos. Os textos possuíam mais engajamento, eram denúncias políticas ou até mesmos de comportamento social.
Hoje em dia é mais fácil ser engajado, existe uma liberdade maior para publicações mais críticas e políticas. Qual o problema com o "Crepúsculo"? Só porque vendeu muito? Existe certa mensagem: de preconceito, de lutas de classes, de amores que não podem acontecer por não pertecerem ao mesmo clã, etc. (Não li o livro, estou me baseando em comentários dos que leram). Pode parecer chavão, mas ainda retrata coisas que acontecem, cabe a cada um tirar a sua mensagem, interpretar, ir além. Hoje em dias as pessoas buscam metáforas e fantasias que mexam com a sua própria realidade, ao menos parece que sim.
Nenhum livro é ruim, só depende das pessoas pararem de ler só por ler, e começar a ler procurando entender e refletir sobre sua leitura. É verdade que há livros que estimulam muito mais essa reflexão do que outros.
Agora, para que colocar os livros nessas gavetinhas de "presta" e "não presta". Hora de abrir a cabeça, parar com a intolerância. Cada um lê aquilo que lhe faz bem, mesmo que seja uma revista semanal.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Paráfrases

"É sempre amor, mesmo que acabe


É sempre amor, mesmo que mude

É sempre amor, mesmo que alguém esqueça o que passou"

terça-feira, 13 de abril de 2010

sexta-feira, 9 de abril de 2010

terça-feira, 6 de abril de 2010

O tempo

Por que o tempo passa?
Por que só nos restam as lembranças?
Por que temos que conviver com a dor da saudade?
Por que os bons momentos não são eternos?

Eu gostaria de viver em uma época diferente
Gostaria de viver em um momento do passado
Um passado que não é meu
Sinto saudades de momentos que eu não vivi
Como se lá eu estivesse estado

Sinto falta das imagens, dos sons, dos aromas, das paisagens e das pessoas
Tudo o que eu só acesso por lembranças
Lembranças que não são minhas
Mas lembranças que me são mostradas
Pois lá eu nunca estive, mas queria estar

Quando o meu tempo passar, talvez eu sinta falta
Sem dúvida alguma, o meu tempo passará
E só me restarão as lembranças
E a convivência com a dor da saudade
E com os momentos bons que já se foram
Porque o tempo passou
Por que o tempo passa?

segunda-feira, 5 de abril de 2010

... e assim caminha a humanidade!

Neste domingo eu tive que ouvir suas histórias. Bem espertinho.
Não me surpreende o Brasil ser comandado por gente que não presta, quando vejo alguém desse tipo ganhar um reality show por voto popular.


fonte imagem: cantinhododourado


"I've heard it all before
I've heard it all before
I've heard it all before"

Quando o melhor é não falar nada

Sérgio Marone se aproveitando de sua dita “popularidade”, por ser uma pessoa pública (celebridade), fez uma espécie de apelo. Foram dois apelos na verdade.

Um deles muito honroso. Um grito de socorro ecológico: vamos pintar os telhados de branco para esfriar o planeta. One Degree Less. BRAVO!
Em seguida ele pôs tudo a perder, todo o brilhantismo e engajamento foram parar na lata do lixo quando ele disse que “quem pensa que a política é toda igual, está enganado; quem vota nulo, branco está contribuindo para os corruptos. Não jogue o seu voto fora”.
Alguém deveria explicar que existe uma diferença entre voto branco e nulo. E que os dois não podem ser colocados no mesmo pacote como ele fez. Até onde fui informado, o voto em branco vai para quem está ganhando e o voto nulo não vai para ninguém, e inclusive, se existir um número X de votos nulos, é obrigado trocar os candidatos e colocar outros, uma vez que a população se mostrou insatisfeita com o que foi apresentado.
O voto nulo é muito válido e não ajuda quem está vencendo, pois quem vence o faz pela quantidade de votos recebidos e não pelos que não existem. BRAVO! Vamos continuar instigando a população a escolher qualquer coisa, já que nem se mostrar insatisfeita ela pode. Anular voto não é omissão, mas sim um baita jeito de mostrar que você não gostou do que foi apresentado, ou seja, já que não tem opção eu não escolho nada, mostre-me algo melhor!

Eu inicio aqui a minha campanha solitária: EU ANULO!