Pesquisar este blog

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Cordelista critica BBB e Pedro Bial em versos

"da Livraria da Folha

Com um humor peculiar, o educador e cordelista baiano Antonio Carlos de Oliveira Barreto compôs 25 septilhas --estrofes de sete versos-- sobre o programa "Big Brother Brasil", exibido diariamente pela TV Globo. [...]"

Quer ler tudo? Vale muito a pena!!!
http://www1.folha.uol.com.br/folha/livrariadafolha/ult10082u694522.shtml

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

[não] Fale!

Não diga “me perdoe”

Não diga “me desculpe”

Eu não acreditarei

Eu ouvi as suas mentiras e todas as suas histórias

Acho que já ouvi isso antes

Acho que já ouvi o bastante

E eu não acreditarei mais


Não converse comigo

Não fale!                                           


Alguém ainda acredita em você?

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Ordem!!!

Reparei que certas campanhas resultam em coisas piores do que estavam antes.

Se beber não dirija: venderam camisetas e a renda foi revertida ao hospital Cajuru (que atende esse tipo de ocorrência), ou seja, encha a cara, bata o seu carro e arrebente sua cara em algum poste que o seu tratamento estará garantido (se você sobreviver).
Cinto de Segurança: é obrigatório, use-o e poderá bater o seu carro sem precisar morrer. Tá, se a pessoa não quer usar o cinto e morrer, o problema será somente dela.
É proibido fumar: por uma cidade mais limpa. Agora as bitucas de cigarro não ficam no chão da balada, ficam na calçada. E os moradores próximos a elas aspiram as fumaças que sobem por suas janelas.

Adianto que não sou contra o cigarro, ou o uso do cinto de segurança e nem a favor de álcool + direção. Só acho que o foco deve ser em outra coisa, como por exemplo, conscientização. Tipo assim, ao invés de obrigar o cara a usar o cinto e ter que pagar multa se não o fizer, porque não o faz dirigir com cautela e responsabilidade? Por que ao invés de proibir o cigarro, não se obriga a ter área para fumantes nos estabelecimentos? Ah sei lá, tô meio assim... revoltado!

Se continuar desse jeito, logo deveremos trocar de lugar com o pessoal enjaulado lá do Zoo.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Faça o que eu digo...

O professor disse para não pesquisarmos seu trabalho em Internet, ou melhor, até poderia, mas ele prefere que usemos os livros. Como ele mesmo disse "existem livros muito bons". Todavia, a sua primeira aula foi totalmente tirada do wikipédia... [pausa para a reflexão]

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Espertos ou malandros?

Seria o mundo, dos espertos?

Um belo exemplo de cidadania foi de um certo rapaz, que vestia uma camiseta onde se lia "musculação", passar a frente de uma senhora para entrar no ônibus, ou seja, furou a fila na cara dura. E para aumentar ainda mais a sua gentileza, sentou em um banco preferencial.

Outro cidadão, quando vai ao mercado, resolve tirar vantagem de certas coisas, alegando "ganhar dinheiro em cima de tal produto". Chega a trocar o código de barras de um produto por outro mais barato, compra leguminosas (as que se vendem por unidade) e as oculta no saquinho, onde leva três e só parece haver duas, e por aí segue a vida.

Nos dois casos, esperteza ou malandragem? Se bem que em um país onde se leva dinheiro escondido na cueca, o que é "roubar" um lugar na fila ou um produto no supermercado?

Se esse é o mundo dos espertos, eu prefiro continuar no dos otários!

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Chegou a sua vez... Marcos!

Sei que estou em débito e em atraso com ele. Já que o seu dia passou e eu só deixei um recado nada original em seus scraps. Preciso e devo dizer algo sobre esse rapaz que comemorou mais um ano de vida ao 5º dia do mês de fevereiro.
Lembro lá no começo quando o conheci, acredito que foi no famoso Bar Roca e possivelmente no aniversário de alguém. Ele é irmão da Diva e a primeira vista pensei que jamais nos daríamos bem. E quem diria?! Mais uma vez me enganei e um novo amigo ganhei.
Eu gosto de falar e ele gosta de ouvir. Gosto de contar sobre a minha vida e ele gosta de perguntar sobre ela. Gosto de escrever nesse blog e ele gosta de ler. Por vezes chego a pensar que ele está tentando me entender, descobrir o que se passa por dentro dessa minha mente. Já cheguei a pensar que ele conseguiu prever o que o meu cérebro está maquinando, e até mesmo o próximo passo que eu pretendo dar, tipo um biólogo que estuda o comportamento de certo animal, sabe como? E deixou cravada na história essa nossa amizade ao me presentear com a Diva das Divas. O primeiro a fazer isso.
Ele já faz parte dos meus amigos com o status intocável* e não é qualquer um que ganha um post nesse blog. Ele é um grande amigo e certamente um futuro fã (assim que eu ficar famoso no mundo da dança hehehe).
Feliz Aniversário (de novo)! Felicidades e Sucesso sempre.

P.S.: O melhor disso tudo é que essa amizade veio com um plus de nome Ju. Adorei!

* Definição criada por Mel de Amora e Café